Segunda-feira, 10 de Março de 2008

História da Ria de Aveiro (Parte 4)

E segue-se a quarta parte da história da nossa querida Ria de Aveiro.

O século XVI foi um século marcante para o desenvolvimento da barra.

A deposição de sedimentos não só cria novas ilhas como começa mesmo a assorear os canais, tornando ainda mais difícil o escoamento de águas e detritos.

Este século também foi marcado por diversas cheias, 1526, 1578, 1585 e 1596.

Cheias não seria algo fora do normal de um ponto de visto posterior à época, o assoreamento diminui a capacidade de armazenamento da Ria e as águas já não eram escoadas tão rapidamente. A única coisa que faltava era de uma época de maior pluviosidade, como acontecia nos Invernos dos referidos anos, para que o caudal dos rios que alimentam este sistema aumentasse até que transbordassem.

Mas o problema não fica por aí, maior caudal significa maior quantidade de detritos, que serão depositados no leito da ria, aumentando o assoreamento desta tornando mais fácil a ocorrência de cheias.

Este depósito excessivo de sedimentos alimentou o cordão litoral fazendo com que no final deste século já se encontrasse perto da Vagueira, dificultando ainda mais o acesso aos portos mais a norte.

Uns anos mais, a meados do século XVII, nova época de cheias volta a assolar a região com os mesmos efeitos das cheias anteriores.

Postado por riadeaveirohc às 17:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
|
3 comentários:
De Anónimo a 1 de Abril de 2008 às 15:07
Farol da Barra de Aveiro mudou de cor.
Ver aqui a notícia:
http://caminho-azul.blogspot.com/

:)
De geoca a 4 de Abril de 2008 às 11:58
Gostei muito do vosso blog. E é bom ver jovens interessados na "Ria de Aveiro", como tenho visto ultimamente. O vosso trabalho sobre a história da "Ria de Aveiro" é muito bom, embora haja alguma falta de promenor nalguns pontos. Contudo dou os meus parabéns e fico à espera de novos textos sobre a nossa laguna, uma vez que não estamos concretamente perante uma ria. Abraço
De riadeaveirohc a 9 de Abril de 2008 às 13:01
Sabemos que a Ria de Aveiro é um estrutura relativamente difícil de definir, uns acham que é um haff-delta outros acham que é laguna.
Para já parece que a mais aceite é a definição de laguna, apesar desta também não estar 100% correcta.
Nós somente optámos pela utilização de "Ria" visto que é o nome pela qual ela é mais conhecida.
Quanto à falta de pormenor nalguns pontos não há nada a dizer, nenhum trabalho está completamente correcto. Resta-nos trabalhar para melhorar. Obrigado pelo comentário, Abraço

Comentar post

Mais sobre o Grupo

Questionário

free polls Acha que os últimos esforços para tornar a Ria de Aveiro rentável, têm sido suficientes ?
Claro que sim!
Acho que sim!
Julgo que nao!
Nem pensar!

casino online

Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

Novos Comentários

História da Ria de Aveiro...

História da Ria de Aveiro...

História da Ria de Aveiro...

História da Ria de Aveiro...

Plano estratégico para a ...

História da Ria de Aveiro...

História da Ria de Aveiro...

Dois ou três meses para o...

Porto de Aveiro tem à ven...

Bicicletas aquáticas inva...

Arquivo

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

tags

todas as tags

Links

Pesquisa

 
blogs SAPO

subscrever feeds